Eu quero um amor ardiloso
aqueles bem assanhados, bem meticuloso...
Que eu possa falar dengosa, bem manhosa,
que contorne minhas esquinas, nas quinas,
das minhas ruas sem saídas,
só de idas, sem voltas, sem portas,
Um amor tão brando, tão brando,
tão meigo amor, carinhoso, carinhoso
Que saiba olhar vagaroso,
que seja um vírus destes bem tinhoso!
Que destrua todos os meus muros,
descubra os meus segredos,
meus medos, tão tolos tão bobos,
onde eu possa em voo ir,
vou ai, por lá, por ali, e vou indo!
Ate sumir na poeira, ou nuvem, feito fumaça...
Que boba, que tosco, que frescos, estes versos,
Tão fracos, tão fracos, tão feios tão frouxos....
tão tolos, tão bobos
Á toa, há toa
De saudades de ti


SANDRA MELLO FLOR



Os porquinhos-da-índia reproduzem-se durante todo o ano. O período gestacional dura entre 60 e 70 dias e as ninhadas são compostas em média por 3 a 4 crias. Devido ao longo período gestacional, as crias nascem com pêlo, dentes e garras. As crias mamam, geralmente até aos 5 dias, mas podem continuar a fazê-lo até às 3 semanas. Apesar disso estes roedores nascem já com a capacidade de comer alimentos sólidos. Os porquinhos-da-índia nascem em média com 100 gr. e já são capazes de andar e ver parcialmente. 
Os porquinhos-da-índia são bastante precoces. Estes roedores atingem a maturidade sexual entre as 3 e as 5 semanas de idade, mas considera-se que é ainda muito cedo para cruzar os animais e opta-se geralmente por separar os machos das fêmeas. 


Os porquinhos-da-índia jovens são geralmente tímidos com os humanos. Devem ser manuseados desde os primeiros dias. São imprevisíveis em termos de comportamento e têm mudanças de humor bruscas, mas não reagem agressivamente, mordendo ou arranhando, se estiverem desde cedo habituados a humanos. Nesta altura são bastante pacíficos e passivos.


Apesar de serem activos, dormem ainda bastante nesta idade, sobretudo durante o dia.

Idade Adulta


Os machos pesam em média 1kg, embora o peso das fêmeas seja inferior, em média entre 800 e 900 gr.

Apesar de a maturidade sexual dos porquinhos-da-índia surgir bastante cedo, estes animais só se tornam verdadeiramente adultos por volta dos 4/5 meses de idade. Durante este período e até aos 7/12 meses, as fêmeas que vão ser usadas na reprodução devem ser cruzadas. As fêmeas não devem ter a primeira ninhada depois dos 12 meses, pois o canal de nascimento pode não alargar o suficiente para permitir o nascimento das crias.

Os porquinhos-da-índia adultos são animais activos e brincalhões. Gostam de roer, andar na roda, que deve ser apropriada para eles, gostam de interagir com outros porquinhos-da-índia e com o dono. Activos e exploradores entretêm simplesmente com as suas actividades.










 

 Terceira Idade


A maioria dos porquinhos-da-índia vive até aos 4/5 anos, embora, se forem bem tratados, possam chegar até uma década. Um porquinho-da-índia com 3 anos já entrou na terceira idade e em muitos estudos científicos, considera-se que a partir dos 2 já se trata de um animal idoso. Assim, os porquinhos que resistem até aos 7 anos ou mais são animais que vivem efectivamente muito tempo.

A terceira idade num porquinho-da-índia acarreta muitos problemas que surgem também na velhice dos humanos. Os problemas de saúde são vários, desde artrite a cataratas, problemas cardiovasculares ou tumores. O importante é manter o animal vigiado e tratar dos problemas assim que vão surgindo.

O envelhecimento faz com que o porquinho-da-índia se torne menos activo e mais calmo. Em princípio, nesta idade os porquinhos-da-índia já se sentem confortáveis com os donos e por isso gostam de ser acariciados. Exigem menos atenção do dono, mas parecem saber apreciá-la mais.








Muita gente não conhece e por isso estou aqui! Para divulgar esse super estilo alternativo que respeito muito e  até jah tive uma fake das mais famosas Scene Queens, Audrey Kitching. Para começar, Scene Queens significa "Rainha da Cena", as scenes são estilosas e seguem mais ou menos um mesmo padrão que é cabelos meio longos com franjas repicadas, roupas coloridas ou mais escuras e simplismente a originalidade, uma coisa que prezo nelas é a originalidade (nenhuma copia a outra) e a perfeição... Infelizmente não é qualquer uma (ou qualquer um) que vira uma Scene Queen, você tem que alcançar alguns requisitos (e não são lá muito fáceis).
* Primeiro: Ser rica para ter sua própria grife ( mas se você for pobre pode lançar uma grife de mendigo, eu já estou quase lá)
*Segundo: Ser supeeeeeeeeeeeeeeeeeeer estilosa e não "achar" que tem estilo que nem umas pessoinhas por aí... (é! eu tô falando com você Mariazinha!)
*Terceiro: Ser rica.
*Quarto: Gostar de tirar fotos, mais ou menos um milhão por dia ( até porque elas divulgam seu trabalho através das fotos).
*Quinto: Ser popular (no myspace e etc), tipo namorar o filho do cara mais rico de não-sei-de-onde, ser Lady Gaga, ganhar o prêmio da paz entre outras coisas.
*Sexto: Ser Rica.

& Lembre-se: SEJA ORIGINAL E ÚNICA NO MUNDO ;)
-- A seguir algumas fotos das Scenes mais famosas:

                                                                      Lindsay Woods

LEXY LUSH

JEFFREE STAR
DAKOTA ROSE
AUDREY KITCHING 

Gosto ?? Então diga sua opinião!!! Não gostou ?? Diga sua opinião também!




Esse não é o fimEsse não é o começo
Apenas uma voz como uma revolta
Balançando cada melhoria
Mas você ouve o tom
E o ritmo violento
Embora as palavras pareçam firmes
Tem algo vazio dentro delas

Nós dizemos, yeah

Com os braços no alto
Como se estivéssemos nos segurando a algo
Que é invisível
Pois estamos vivendo à mercê
Da dor e do medo
Até morrermos
Esquecermos
Deixarmos tudo desaparecer

Esperando o fim chegar
Desejando que eu tivesse força para suportar
Não é isso que eu tinha planejado
Isto saiu do meu controle

Voando à velocidade da luz
Pensamentos giravam na minha cabeça
Tantas coisas que não foram ditas
É difícil deixar você partir

Eu sei o que é preciso para seguir em frente
Sei qual é a sensação de mentir
Tudo que eu quero fazer
É trocar essa vida por algo novo
Tomando posse do que eu não tive

Sentando em um quarto vazio
Tentando esquecer o passado
Isso nunca foi feito para durar
Eu queria que não fosse assim

Eu sei o que é preciso para seguir em frente
Sei qual é a sensação de mentir
Tudo que eu quero
É trocar essa vida por algo novo
Tomando posse do que eu não tive

O que restou
Quando o fogo acabou
Eu achei uma boa sensação
Mas o certo era errado
Tudo apanhado no meio da tempestade
E tentando entender
Qual era a sensação de seguir em frente
E eu realmente não sei
Quais tipos de coisas que eu disse
A minha boca continuava mexendo
E a minha mente morreu
Juntando os pedaços
Sem ter por onde começar
A parte mais difícil do final
É começar de novo

Tudo que eu quero fazer
É trocar essa vida por algo novo
Tomando posse do que eu não tive

Esse não é o fim
Esse não é o começo
É só uma voz como uma revolta
Balançando cada melhoria
Mas você ouve o tom
E o ritmo violento
Embora as palavras pareçam firmes
Algo se esvazia dentro delas

Nós dizemos, yeah

Com os braços no alto
Como se estivéssemos nos segurando a algo
Que é invisível
Pois estamos vivendo à mercê
Da dor e do medo
Até morrermos
Esquecermos
Deixarmos tudo desaparecer.


Popular Posts

Search This Blog

Blogroll

https://www.facebook.com/therougestore